Cerci 4Decorreu ontem dia 19 de novembro o IX Encontro das Jornadas “Envelhecer +”, na Biblioteca Municipal de Espinho.

Nesta sessão a temática abordada foi “Planear o Futuro” e estiveram presentes o Prof. Dr. António Borges Regedor (Academia Sénior de Anta e Guetim), o Sr. Padre Artur Manuel Monteiro Pinto (Paróquia de Espinho) e a Dra. Ana Santos (Assistente social da Cerciespinho) enquanto moderadora. Desde já, o nosso sincero agradecimento pela disponibilidade e excelência dos testemunhos.

- Iniciamos o encontro com a visualização de um vídeo motivacional e desafiamos o público que partilhasse a pares duas questões: “Que idade teria se não soubesse a idade que tem?” e “O que ainda lhe falta fazer?”.

Principais reflexões:

- Partilha de diferentes opiniões sobre o conceito de idade e de envelhecimento;
- Reforço da ideia da unicidade de cada pessoa e das suas experiências de vida;
- Transformar a idade em consciência e maturidade;
- Compreender melhor a essência de cada pessoa;
- Importância de não deixar de fazer e de participar no que é do interesse de cada pessoa;
- Importância do bem-estar físico, psicológico e social;
- Partilha e reflexão de diferentes experiências de vida;
- Partilha de estratégias para combater a solidão e o isolamento;
- Alerta para a necessidade de pensar previamente no futuro, de forma a que as decisões futuras sobre cada pessoa, sejam de facto as que cada uma deseja e não decisões tomadas por outros;
- Importância de encontrar um novo sentido para a vida numa fase mais avançada da idade;
- Importância de aprender a viver mais tempo, de manter compromissos;
- Existência de mecanismos para compensar o peso da idade transformando-a em experiencia;
- Devemos prevenir e refletir sobre as nossas vontades, muito antes de se tornar impossível fazê-lo;
- Reflexão sobre a “cultura do entretenimento” ser uma droga, o nosso cérebro funciona só a 2%;
- Importância para a ação, afetividade e individualidade para promoção da autoestima;
- Não devemos ver o envelhecimento como verdadeira resignação, mas sim como uma oportunidade;
- Reflexão sobre a importância da espiritualidade numa fase mais avançada da idade;
- Devemos impedir a morte social e criar-se relações de empatia que façam sentido na nossa vida;
- Finalizamos com uma leitura e reflexão sobre pequenas frases motivacionais, distribuídas pelos participantes.

“Cada um de nós deveria ser Património da Humanidade, pois contemos mais informação do que qualquer computador!”

Neste encontro contamos com a presença de mais de 34 participantes, respondendo 26 ao questionário sobre a importância e a qualidade desta intervenção.

Os resultados indicam um grau de satisfação geral de 97% (gráfico 1) demonstrando que estas ações continuam a revelar-se de extrema importância para a comunidade, tendo todos os objetivos sido atingidos.

Capturar

Cerci 4



premios
 facebook  youtube

donativos

Cerciespinho
Cavi - Horizontes
Centro Comunitário